vendredi 13 juin 2008

Parabéns para mim ! 19 anos de vida abrasileirada.


Realmente gente, essa data do 13 de junho é um dia para se comemorar. Pois bem, em 1963, os meus pais casaram e nasci um ano depois. Grande notícia internacional, evidentemente !! Outro aniversário importante hoje : foi o 13 de junho 1989, que pisei no solo do planeta Brasil que realinhou a orbita da minha vida. Foi o segundo sol que chegou à galáxia sem avisar. E aconteceu de forma pouco convencional mesmo, a ponto de amigos brasileiros, que não acreditam no acaso, me incentivaram a contar esse evento pessoal, que compartilharei com todos que me lêem, logo, logo. Pois vão fazer 19 anos que me apaixonei pela Musica Popular Brasileira, e pelo Brasil em géral. Estou escrevendo essa historinha especial pela ocasião, nos dois idiomas deste blog querido, e a editarei nesses próximos dias. Peço um pouco de paciença…Mas ontem comemorou-se essa data romântico-comercial, o ‘Dia dos Namorados’, que acontece o dia 14 de fevereiro na Bélgica, sob o nome de São Valentim. Não me perguntem porque…
Então, enquanto Romeu oferece flores para à sua Julieta, aproveito à ocasião para oferecer « rosas » para aqueles e aquelas que estão buscando a sua (rosa), e desejar para ela(e)s um grande amor a ser comemorado no ano que vem.
E para agradar a todos os gostos musicais, escolhi três variedades dessa flor, bem conhecidas : a ‘rosa morena’ bossa do Dorival Caymmi numa versão da ótima cantora e compositora paulista Giana Viscardi ; a rosa muda e perfumada do Cartola numa versão visceral do George Israel (do seu segundo bom disco « Distorções do meu jardim ») ; e a rosa exuberante da Ana Carolina (do disco « Dois quartos »). Parabéns para os namorados, parabéns para os quem amam e esperam em segredo, e parabens para mim mesmo… !

Aviso aos navegantes : para quem quiser ficar sabendo de um novo post, é so increver-se no link « Subscribe… »… é cortesia da casa… !


1-"Rosa Morena" (Dorival Caymmi)- Giana Viscardi.


2."As Rosas nao falam" (Cartola)- George Israel.


3."As Rosas" (Antônio Villeroy) -Ana Carolina.

6 commentaires:

Anonyme a dit…

A Giana é dez, Daniel, tao boa que a Céu ou a Roberta Sa num outro registro. Que pena...

Anonyme a dit…

Ola Daniel, vocé tem tambem "Rosa de Hiroshima", "Das Rosas", "Rosa" de Olodum, ou do grande Pixinguinha. Quanta a festa "dos namorados", pura armadilha...Sacanagem!
Marcia Avoeiro.

Lady Jane a dit…

Nossa, a energia do Jorge Israel e da Ana Carolina são impressionantes!!!

Luiz Felipe Carneiro a dit…

Muito bonito o seu post, Daniel...
Anteontem, comemorei o dia dos namorados vendo o show do Milton Nascimento com o Jobim Trio novamente... Dessa vez, no Canecão!
Bom, esse show foi bem maior que o do Mistura, com duas horas de duração. O Milton cantou até "Coração de Estudante" e "Maria Maria". Acho que ele optou por um show mais popular, pelo fato de ser no Canecão.
Mas faltou aquele calor humano do Mistura Fina.
E o sonzinho do Canecão... Vou te contar... Parecia que estava ouvindo o show em um radinho de pilha da pior qualidade... Lamentável. Acho que equalizaram o som para um ambiente menos, como Mistura Fina... Hehe...
Grande abraçO!

Daniel Achedjian a dit…

Oi, anonymo de 7:26, pois é, a Giana é uma otima cantora, e se tiver a oportunidade, recomendo o seu primeiro disco (fora de catalogo?) e o "4,3,2,1", o segundo. Seu estilo é mais jazzy que a Roberta e a Céu. Mas parece que vocé ja a conhece...Abraço.

Daniel Achedjian a dit…

Salve Luiz! Pois é, o show do Milton & Jobim trio me parece bem diferente. Com certeza vai virar um dvd. Eles vao tocar em Lisboa fim do mes de julho, mas como sabe, "tristeza nao tem fim, a grana sim!". Ja que vou ver a Rita Lee 1 de julho. abraçao!

CE BLOG EST DÉDIÉ AUX CURIEUX QUI AIMERAIENT CONNAÎTRE L'ART ET LA MUSIQUE POPULAIRE BRÉSILIENNE. UNE OCCASION POUR LES FRANCOPHONES DE DÉCOUVRIR UN MONDE INCONNU OU IL EST DE MISE DE LAISSER SES PRÉJUGES AU VESTIAIRE.